IMG-20220508-WA0004_edited_edited.jpg
CURSOSAtivo 56.png

A importância de estar bem para ter condições de cuidar (e de educar) o outro

Cuidado e atenção

Edição N.º 19 - Agosto de 2022

“A mim coube a tarefa de falar sobre cuidado e sobre saúde mental, e acho que, considerando o contexto que a gente está vivendo, foi uma tarefa bastante árdua de sintetizar, em poucos minutos, tudo o que a gente imagina que seja importante para essa comunidade conhecer em termos de estratégia de cuidado e de percepções da saúde mental de si próprio, dos familiares, e principalmente, das crianças e dos adolescentes que estão ali no cotidiano com os professores”. A fala é da nossa querida psiquiatra Loraine Martins, mestre e doutoranda pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Loraine foi convidada pelo Fique Bem para ser a facilitadora responsável pelo curso Cuidado e Atenção, o primeiro da nossa primeira leva de cursos voltados para professores de todo o Brasil. Loraine é uma profissional da saúde mental com uma didática incrível. Talvez, isso se deva ao fato de que a nossa amiga psiquiatra sempre admirou a docência.

“Quando eu era pequena, e a gente brincava do que a gente seria quando crescesse, e eu sempre dizia que eu seria professora, porque eu achava aquele modelo o mais incrível de profissão”, afirma ela. “Hoje, tanto sendo professora, quanto olhando para todos que foram e continuam sendo meus professores na vida, vejo que a maior importância do professor é inspirar e instigar a curiosidade, o saber”, define a especialista.

“No processo de construção do curso, tive a tarefa difícil de síntese e, ao mesmo tempo, de transmitir as informações com uma linguagem clara, acessível, e com estratégias que sejam factíveis no cotidiano de qualquer realidade que os professores estejam convivendo”, conta Loraine. “Em relação à gravação em si, eu me senti muito à vontade, como se estivesse conversando com as pessoas que estão ali assistindo ao curso”, revela ela, trouxe muita naturalidade e leveza na sua forma de conversar sobre saúde mental.

“O que eu mais gostaria que as pessoas tivessem em mente, ao finalizar o curso, é se sentir acolhidas, se sentir calmas com toda a sobrecarga e as tarefas que têm em mãos. Quero que elas sintam que estão lidando com problemas que não são individuais, mas que são coletivos”, afirma Loraine. “Desejo que elas se sintam acolhidas e, assim, possam acolher aos outros com empatia e compaixão, buscando ferramentas para seguir exercendo esse cuidado”, encerra.

>> Veja aqui como se inscrever no curso Cuidado e Atenção, com Loraine Martins.

logo.png

REVISTA

Cuidado e atenção

01

A importância de estar bem para cuidar (e educar) o outro